Durante episódio com Douglas Murray, podcaster comentou sobre sua massissa presença na mídia após episódios polêmicos

De acordo com o The Hollywood Reporter, em conversa com o convidado da vez, o comentarista político Douglas Murray, Joe Rogan comentou sobre o aumento de assinaturas após envolvimento em polêmicas.

Segundo ele, “durante o auge disso tudo” ele teria ganhado mais de 2 milhões de novos ouvintes. Ele ainda teria atacado a CNN dizendo que foi sorte a empresa ter repercutido as situações.

“Sim, [a mídia] foi em frente. Também é uma sorte que as pessoas que fizeram isso fossem a CNN. Eles não são confiáveis, e as pessoas sabem como são tendenciosas e socialmente estranhas suas âncoras”, disse.

Embora o Spotify não divulgue publicamente os números sobre o The Joe Rogan Experience, uma estimativa seria de 11 milhões de ouvintes por episódio.

Em janeiro houve uma onda de protestos após Neil Young remover seu conteúdo da plataforma de streaming em reação aos conteúdos negacionistas compartilhados no podcast de Rogan.

Antes da saída do música, Young deixou uma condição à empresa, que escolheu ficar com o podcaster.

Ainda em fevereiro, a Rumble – que atualmente está hospedando os novos conteúdos de Monark após também ter se envolvido em polêmicas – chegou a oferecer US$ 100 milhões para Rogan deixar o Spotify, mas o podcaster acabou ficando.

Deixe um comentário